quarta-feira, 25 de junho de 2014

Felicidade

O que me trouxe até aqui foi o meu coração inquieto. 

E coração que não está inquieto é porque está acomodado, e coração acomodado não procura a Felicidade. Por isso, questionem com o coração porque as respostas são passos no caminho para Felicidade. Jesus perguntou à Samaritana, ''o que procuras?'' Também nós devemos responder a esta pergunta, o que procuramos na vida?  Precisamos de disposição interior para procurar e viver a nossa vocação. Como é que identificamos a nossa vocação? Na harmonia, na satisfação, na felicidade... Não basta ter vontade de fazer algo, é preciso estar á disposição da nossa vocação.

É importante ter a coragem de lidar com as nossas fraquezas, deixar Deus entrar bem no fundo do nosso coração, bem no interior onde está a dinâmica da nossa existência. É lá que Jesus quer chegar!

Deixemo-nos de felicidade de aparência, nós somos os primeiros a estar comprometidos com a nossas escolhas. A Felicidade de aparência é lixo no nosso coração, precisamos de uma felicidade humilde que traz a verdadeira alegria de Jesus.  E se quiseres prolongar esta alegria, partilha-a.